quarta-feira, 31 de maio de 2017

Espanha ardilosa e andeiros portugueses


Caros concidadãos, vejam como os espanhóis têm sido tão ardilosos ao longo dos tempos perante os nossos territórios, a nossa zona territorial e a nossa própria soberania, em que tantos andeiros portugueses isso também têm feito, apunhalando-nos comummente.
Reparem que foi já no longevo ano de 1297 que Portugal e Castela (Espanha), pelo Tratado de Alcanises, firmaram a delimitação da fronteira terrestre entre os respectivos países.
Mas, tal como ave de rapina, Espanha, conluiada com a França, na Guerra das Laranjas, em 1801, apoderou-se de Olivença e seu adjacente território, apesar de toda a Comunidade Internacional e a própria usurpadora Espanha, na Acta Final do Congresso de Viena, a 7 de Maio de 1817, terem assinado a entrega imediata de Olivença a Portugal, e cuja decisão continua por se efectivar, sem que o Estado Português faça valer os seus direitos de soberania consagrados na Lei das Nações, já lá vão duzentos anos.

NOTA - texto publicado pelo DESTAK de 2/6.

José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.