sexta-feira, 5 de maio de 2017

Fundamentalismo chegou às vacinas

Pergunto: onde está o bom senso, o realismo, a verdadeira razão para determinadas atitudes?
Falo desta vaga fundamentalista de alguns pais em não vacinar os filhos:
em que se baseiam, para se oporem que os filhos sejam vacinados?em artigos enganosos que proliferam na Internet?
Em crenças ou ideologias mais ou menos duvidosas que lhe tolhem a razão?
Não compreendo o comportamento destes pais, que põem em causa a própria vida dos filhos e de todos aqueles que por tabela poderão ser contaminados. Estou naturalmente a falar deste surto de sarampo.
Em pleno século XXI, são incompreensíveis estes comportamentos fundamentalistas.

Mário Margaride. Publicado no Jornal de Notícias em 03-05-2017

1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.