sexta-feira, 12 de maio de 2017

Num país de emigrantes…

Um cidadão brasileiro imigrado no nosso país, sentindo dificuldade em preencher os impressos do IRS, pediu numa repartição de Finanças que o ajudassem, mas recusaram-se a fazê-lo, segundo percebi, o que levou o homem a protestar.
Um militar da GNR, ali se calhar a tratar do mesmo, não em serviço, decidiu dar uma de rambo, intervindo à bruta no assunto, manietando a pessoa de forma intolerável.
Parece que já foi acusado de agressão e abuso de autoridade, mas a questão que queria colocar é se não seria muito mais bonito, da parte de um elemento das chamadas “Forças da Ordem”, ajudar aquele imigrante a resolver o problema que o afligia, chamando até para isso os próprios funcionários das Finanças…

Amândio G. Martins


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.