quarta-feira, 28 de junho de 2017

A 28 de Junho de 1927 - Egas Moniz realiza, com êxito, a primeira angiografia num paciente vivo


Resultado de imagem para dr. egas moniz


A 28 de Junho de 1927, o médico português Egas Moniz realiza a a primeira angiografia cerebral bem-sucedida num paciente vivo. A angiografia consiste na radiografia dos vasos sanguíneos tornados visíveis pela injecção de substâncias opacas aos raios X.

4 comentários:

  1. Com o avanço da ciência, este modo de tratamento, deixou de ser utilizado e até é crime praticá-lo. A vida tem destas situações, pois coisas que eram consideradas úteis para a vida das pessoas, deixaram de o ser e até, algumas, consideradas perigosas. De qualquer forma, a verdade, é que na altura esta actuação médica, foi considerada tão importante, que lhe valeu o Prémio Nobel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julgo que Joaquim Tapadinhas está confundido. A angiografia (meio de diagnóstico) ainda hoje se usa. O que quereria referir (penso eu) seria a lobotomia (meio "terapêutico") e essa sim é hoje "criminosa". O que vale é que foi mesmo a angiografia o motivo da atribuição do prémio Nobel.

      Eliminar
    2. O meu Amigo, até porque é da profissão, está melhor informado que eu. Logo, aceito com todo o gosto a sua correcção. Na verdade, julgo que o Dr. Egas Moniz, que é uma honra para Portugal, já vinha a praticar a lobotomia quando recebeu o prémio. Obrigado pelo esclarecimento.

      Eliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.