sexta-feira, 2 de junho de 2017

Bem me quer, mal me quer ou... os que querem sair, ficando!.

A volubilidade em política é um desastre. Mas a volubilidade política puramente interesseira e sem princípios universais, essa então é execrável! É  o que estão a fazer o EUA e o Reino Unido, passe os graus distintos pois a áreas das suas decisões também têm pesos diferentes... embora haja indícios de cruzamento.
Teresa May quer sair da União Europeia mas quer negociar "leoninamente" o comércio ( pois então!) com esta e sem desta prescindir. Donald Trump "rasgou" o acordo de Paris sobre as alterações climáticas mas "está disposto a negociar novo acordo" (sic). Todos imaginamos o que lhe vai na cabeça sobre o quanto de "leão" lhe toca nessa falsa intenção. Onde se cruzam? Bastou a recusa da primeira ministra britânica em  não assinar uma declaração conjunta com Roma, Berlim e Paris sobre a decisão "trumpiana" e depois vir com uma "esfarrapada" e solitária, para a entender...
Uma só tem "cifrões" nos olhos, outro só tem "carvão" (cifrões também), ambos querem "sol na eira, chuva no nabal". Só que o Mundo é muito mais vasto e, no caso de Trump", é... a VIDA!

Fernando Cardoso Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.