sexta-feira, 2 de junho de 2017

DIA 2 DE JUNHO - 129.ª ANIVERSÁRIO DO JORNAL DE NOTÍCIAS

Resultado de imagem para jornal de noticias  de 2 de Junho de 2017
Foi no longínquo dia 2 de Junho de 1888, que o matutino JORNAL DE NOTÍCIAS, também conhecido por JN, foi fundado na cidade do, Porto, tornando-se assim num dos jornais de maior expansão em Portugal. Tendo saído para as bancas com a sua primeira edição, dirigida por José Diogo Arroyo, que nasceu no Porto a 23 de Julho de 1854, tendo vindo a falecer na Foz, Porto, a 16 de Novembro de 1925, igualmente conhecido por José Diogo Arroio, foi cientista, político português e grande jornalista. O Jornal de Notícias, comemora-se hoje os seus 129 anos de existência dedicados e ao serviço da cultura. É já longa a sua história, e somente é pena este espaço não permitir descrevê-la na totalidade. Contudo serve, apenas e simplesmente, para, pelo menos e pela passagem de mais este aniversário, como leitor-escritor de cartas, quero apresentar os meus parabéns e o meu obrigado a todos os profissionais, que trabalharam e todos aqueles que ainda estão no activo, dando sempre, com o seu melhor esforço, dedicação, espírito de sacrifico e entrega total de trabalho, oferecendo aos leitores diariamente  as boas e  as más n
notícias, que correm todos os dias, pelo país e pelo mundo, para todos aqueles que diariamente são os fiéis leitores do JN.
Como leitor-comprador, assíduo (mesmo sendo da capital), não quero deixar de agradecer as oportunidades que me têm dado, ao longo destes anos, como leitor, antes de mais, e depois através de algumas opiniões que vou enviando para esse jornal de grande dimensão nacional, e que têm feito o favor de as publicar (obviamente aquelas mais interessantes), e que assim é sempre uma forma que o leitor tem de demonstrar a cidadania e o jornal tem assim a oportunidade de dar voz aso cidadãos.
Mais uma vez os meus parabéns e continuação de longa vida.

Mário da Silva Jesus

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.