domingo, 25 de junho de 2017

REVOLTEMO-NOS, PORRA!

É possível conciliar os ensinamentos de Jesus com os de Marx e de Bakunine. O amor de Jesus nada tem a ver com a Igreja do Império, com a Igreja de Constantino, com a Igreja Católica. A revolução de Jesus quer destruir os poderes financeiro, político e religioso, tal como as revoluções de Marx e de Bakunine. Karl Marx fala-nos no combate a toda a alienação e a toda a exploração, nada tem a ver com os regimes soviéticos. Bakunine fala em destruir para construir. Nem Deus, nem amos, nem Estado. Se adicionarmos a estes profetas as ideias de Nietzsche e de Max Stirner temos o espírito livre, o indivíduo soberano, o homem-deus, o homem da liberdade que nada tem acima de si. Nem deuses, nem macacos, nem lavagem cerebral, nem esquizofrenia tecnológica, nem Trumps, nem Merkels, nem Macrons, nem fanáticos de Alá, nem políticos quadrados, nem capitalistas. No fundo, está tudo nas nossas mãos. Derrubemos o poder. Revoltêmo-nos, porra!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.