sexta-feira, 7 de julho de 2017

Dedução lógica

Para avaliar a capacidade de observação e raciocínio de uma turma do 5º ano de escolaridade, certa professora chamou três dos seus alunos mais inteligentes, respectivamente da classe alta, média e baixa, colocando-lhes a seguinte questão:
Procurem lembrar-se de um episódio não habitual que tenham presenciado esta manhã e apresentem-mo com uma conclusão que vos pareça lógica.
Assim, o menino “classe alta” estranhou que tivesse sido o pai a trazê-lo para a escola no “mercedes”, tendo concluído que o motorista da família teria levado o “jaguar” para a oficina de mecânica…
O rapaz “classe média” reparou que tinha sido a mãe a servir-lhe o pequeno-almoço, tendo concluído que a empregada doméstica da casa  tinha perdido o autocarro…
O moço “classe baixa” tinha visto  a avó  saír em direcção à horta em passo ligeiro com um jornal na mão; como ela não sabe ler, concluíu que tinha ido largar a “poia” no meio das couves…
E quando a conversa chega a este ponto o melhor é pôr-lhe termo, mas não sem antes dar conhecimento que a referida professora considerou que tinham lógica as deduções dos três rapazes…


Amândio G. Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.