segunda-feira, 10 de julho de 2017

Macron e Brigitte

No espaço das figuras públicas, existem muitos casais com enormes diferenças de idade.
Normalmente, são os homens os mais velhos, que elegem companheiras muito mais novas.
Como isto é tão frequente, torna-se um facto banal e isento de comentários.
O contrário se dá, quando é a mulher, a mais velha. Tanta celeuma e falatório acerca do casal Emmanuel Macron e sua mulher Brigitte, em que a diferença de idade é de vinte e quatro anos, sendo ela a mais velha.
Porque terão as relações amorosas, de se inscrever num duplo padrão sexual?
Não há razão alguma para, nos tempos de hoje, só se aceitar que, num casal, o homem seja o mais velho. Só a tradição e o hábito o podem explicar.
Lembro que as mulheres, normalmente, possuem muita maior longevidade, a oferta de segurança, associada a uma maior maturidade e um instinto maternal que dura até ao fim de suas vidas.
O vínculo amoroso, embora influenciado pela nossa História e pelos nossos valores, se esclarece apenas e só numa relação. Uma relação viva e mutável que põe em jogo todas as subjectividades.
Enquanto funcionar, transformará e criará tudo o que encontrar pela frente.
Quando deixar de funcionar, lá virão invocar a diferença de idade, entre outros motivos.
Para uma relação, o que é importante, não é quem se é, mas porque lá se está e como se está.
O que interessa e é mais importante numa relação, é que ela seja entre adultos e que sejam adultos. Deixem pois o presidente Macron e sua mulher Brigitte, com provas dadas do seu amor verdadeiro, desde há muito, serem felizes à sua maneira.

Filomena Costa Freitas



1 comentário:

  1. De acordo consigo, Filomena. Só não percebo porque aduz o "instinto maternal" e até a "oferta de segurança". às suas válidas razões. O Macron casa com uma "mãe" e para "ter segurança", ou com uma mulher porque gosta dela?

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.