quinta-feira, 6 de julho de 2017

O que custa viver

O Estudo «Rendimento Adequado em Portugal (raP) -  quanto é necessário para uma pessoa viver com dignidade em Portugal» , de 2017, "demonstra que o limiar da pobreza em Portugal está subestimado".Segundo aquele relatório, "um indivíduo em idade ativa, ou seja, dos 18 aos 64 anos, a residir [em Portugal] só precisa de pelo menos 783 euros para viver dignamente ". O salário mínimo é de 530 euros, como sabemos...
Enquanto uns (futebolistas, por exemplo) fogem ao fisco, ocultando milhões de euros à autoridade tributária, eu penso na mulher que vejo todos os dias perto de Albergaria , sempre no mesmo sítio, armando o seu guarda -sol e tenda sobre as ervas secas na berma da Estrada Nacional nº 1 , sinalizando a sua presença com dois cartazes colocados em ambos os sentidos («vende-se Cereja»). Aquela mulher começa a trabalhar antes da oito da manhã e larga aquele posto triste depois da sete da tarde. Há semanas que faz isto! Ainda não tive oportunidade de ver alguma venda...
Ela continua no mesmo lugar, obstinadamente. Mas... e quando passar a época das cerejas ?
Quantos portugueses e portuguesas vivem tão mal, sr. primeiro-ministro....Tantos pobres a precisar de apoio. Há muito que o «incêndio» começou para muitos portugueses e não vemos jeito de o vencer... e não haverá campanhas de solidariedade ou concertos que lhes possam valer.

2 comentários:

  1. É verdade, Céu.
    A desigualdade é um hediondo crime social, talvez o pior. E não será a "caridadezinha" a bani-lo.

    ResponderEliminar
  2. Igualdade/Desigualdade, tema eterno e, infelizmente, sem solução à vista...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.