quarta-feira, 5 de julho de 2017

Os "erros" do PÚBLICO

Entre muitas outras coisas, nas reuniões anuais dos "leitores-escritores", um dos "desabafos" incide na ocupação do já exíguo espaço das cartas por por novas rubricas, de que é exemplo a "O PÚBLICO ERROU". Até aí... "tudo mal", mas enfim. Agora retratar-se hoje (5/Julho) dum erro tão "importante" como o da véspera que noticiava que " o Dr. Medina Carreira morreu aos 85 anos" quando na verdade foi... aos 86, é demais! Haverá algum protesto, petição ou algo similar que valha a pena? Suponho bem que não. É que, ou a parvoíce é imensa ou querem mesmo "gozar" connosco e então... vão "dar uma volta ao bilhar grande"!

Fernando Cardoso Rodrigues

2 comentários:

  1. Eu também achei um grande disparate em amputar-se o 'nosso espaço público', a fim de ser corrigida a idade de 85 para 86, bem como quando é usado para outros fins.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.