quinta-feira, 13 de julho de 2017

Os espanhóis nunca gostaram de Cristiano Ronaldo

Resultado de imagem para imagem de cristiano ronaldo

Apesar de tantas e tantas alegrias desportivas que CR7 tem dado a Espanha, os espanhóis nutrem grande azedume contra o craque português, um dos expoentes maiores do futebol mundial de todos os tempos.
Assim, agentes fiscais, que ‘não largam o osso’, inopinadamente fizeram uma inspecção relâmpago ao iate alugado por CR7, talvez, penso eu, para fazerem uma ecografia a Georgina Rodriguez, actual companheira do jogador, que com ele e demais família estavam a bordo, certamente para assim se certificarem se estará ou não grávida, quiçá para efeitos fiscais.
Lá diz o longevo ditado ‘De Espanha, nem bom vento, nem bom casamento’.

José Amaral

10 comentários:

  1. Julgo que o CR tem dado alegrias não a Espanha mas sim ao Real Madrid.

    ResponderEliminar
  2. É natural que os adeptos de outros clubes, nomeadamente Barcelona, Atlético de Madrid, etc., não manifestem simpatia pelo craque futebolístico português. Depois, retirando o futebol e o Real Madrid, dificilmente Cristiano Ronaldo será exemplo a seguir e a apontar, a começar pela forma como foram concebidos os seus filhos... Não me parece que o ditado aqui se aplique...

    ResponderEliminar
  3. Concordo em absoluto com o Ernesto Silva. Na verdade, tirando ser um excepcional jogador de futebol, o Cristiano não é exemplo para mais nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não será assim! Poderá ser ou não exemplo, mas também não será o seu objectivo. E depois, o CR tem vida própria, a família não terá razão de queixa e tudo o mais que não conheço. "Para mais nada" é uma frase radical e quanto à concepção dos filhos, entramos numa "moralidade" que é abusiva, por muito que eu mesmo também tenha dúvidas sobre o assunto.

      Eliminar
    2. Ser exemplo é sair da vulgaridade e quanto a moralidade, desde que não exijamos aos outros determinados comportamentos, cada um toma a que quer. Continua a ser sempre presente a explicação comportamental de que o homem age em funções das suas circunstâncias.

      Eliminar
  4. Tendo conseguido tudo que tem com muito esforço, num tempo em que anda tanta gente a querer dar-se bem sem fazer nada, Cristiano Ronaldo é, para mim, um exemplo de trabalhador esforçado. E homem generoso também, pois são conhecidos inúmeros gestos nesse sentido.

    ResponderEliminar
  5. Tendo conseguido tudo que tem com muito esforço, num tempo em que anda tanta gente a querer dar-se bem sem fazer nada, Cristiano Ronaldo é, para mim, um exemplo de trabalhador esforçado. E homem generoso também, pois são conhecidos inúmeros gestos nesse sentido.

    ResponderEliminar
  6. O médico Gentil Martins, uma referência ética nacional, disse ao Expresso, que Cristiano Ronaldo não é referência moral para ninguém e que o seu comprtamento como pai é quase monstruoso. É uma opinião, discutível como serão todas as opiniões.

    ResponderEliminar
  7. Se as pessoas a quem confia a gestão da sua fortuna o não roubarem, como já aconteceu com alguns, não é de crer que estes filhos concebidos de forma menos ortodoxa venham a ser achincalhados por outros miúdos numa escola conflituosa. De qualquer forma, o máximo que poderá acontecer é serem chamados de filhos da "punheta", em vez de filhos da "punha"...

    ResponderEliminar
  8. O problema profundo não será o que lhes chamam, mas o que eles sentem, por não terem mãe, conforme têm os outros colegas e amiguinhos. Devem sentir-se estranhos.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.