segunda-feira, 10 de julho de 2017

UM POUCO DE HISTÓRIA DA NOSSA SELECÇÃO, NUM DIA MUITO ESPECIAL


Resultado de imagem para A HISTÓRIA DA SELECÇÃO DE PORTUGAL DE FUTEBOL
Faz hoje dia 10 de Julho, um ano, que ficou marcado para sempre nas páginas de ouro da história da selecção nacional “A” de futebol, um dos maiores feitos da nossa selecção, quando em terras gaulesas, ganhámos aos “donos da casa” a França, por 1-0, no prolongamento, com o golo a ser apontado pelo “pantinho feio” da selecção o Èder, naquele que foi a 15.ª edição do Campeonato da Europa, o mesmo que foi excomungado da convocatória da selecção para a X edição da Taça das Confederações. Mas o seleccionador Fernando Santos, lá terá as suas razões ou motivos para o não ter convocado, para este brilhante evento, em que pela primeira vez Portugal participou, como Campeão da Europa e justo representante da Confederação da UEFA, e que tão brilhantemente e honroso 3.º Lugar, alcançou depois de ter batido a sua congénere o México por 2-1, após prolongamento, num jogo marcado pelo sofrimento, naquele que foi o quinto jogo entre as duas selecções do seu historial.
Mas a história da nossa selecção nacional de futebol, não fica somente marcada por feito, de ter sido Campeã da Europa, outros feitos temos que registar deste do primeiro jogo, particular é certo, que foi efectuado na capital espanhola Madrid em 19 de Dezembro de 1921, frente à poderosa Espanha, e cujo resultado foi favorável aos nossos vizinhos Ibéricos, por 3-1, com o primeiro golo português a ser apontado pelo benfiquista Alberto Augusto, mais conhecido na altura por “Batatinha” e que se notabilizou-se ao serviço do SL Benfica e Sporting Clube de Braga.
Outro feitos, marcaram no historial da selecção, (quando se afirmava, na altura, que os portuguesas, ainda transportavam as balizas às costas…outros tempos).
Há a assinalar a participação portuguesa nos IX Jogos Olímpicos da Era Moderna ocorridos nos Países Baixos, em 1928, tendo a nossa selecção caído na primeira ronda.
Em 1966, no 8.º Campeonato do Mundo de futebol disputado na Inglaterra um honroso 3.º Lugar e medalha de bronze, que foi alcançado na altura pelos famosos “Magriços”.
Em 1972 a participação na Mini-Copa, realizada no Brasil, em que Portugal, realizou oito jogos, tendo vencido 6 jogos, empatado um frente, ao Uruguai e perdido na final frente aos donos da casa a sempre poderosa selecção “canarinha” o Brasil, por 1-0, golo apontado já para além da hora.
Mas temos mais uma honrosa presença nos 23.ºs. Jogos Olímpicos da Era Moderna, realizados em Atalanta, com um 4.º Lugar obtido, frente ao sempre terrível Brasil por uma copiosa derrota por 5-0.
Há, estava-me a esquecer a primeira participação no 7.º Campeonato da Europa realizado em França, e então terceiro lugar alcançado.
No 11.º Campeonato da Europa, realizado no ano de 2000, em conjunto com os Países Baixos e a Bélgica, e de novo um 3.º Lugar.
E, finalmente no ano de 2004, no 12.º Campeonato da Europa, realizado em Portugal, a nossa amarga final e um 2.º Lugar, obtido, em perdemos frente à Grécia por 1-0, em pleno Estádio da Luz.
Mais ou menos, esta é a nossa história, dos feitos mais importantes alcançados, mas o que mais relevo teve e encheu de orgulho toda uma nação, foi o Campeonato da Europa, realizado em França, e que “vingámos” de forma brilhante, outros jogos com a mesma França. 

Relembrar que ao longo destes 96 anos de participações de jogos da selecção, sempre tivemos um leque de grandes nomes de jogadores, a nível mundial, o que é marcante e ficarão para sempre marcados na história do futebol português, com letras de ouro.

(Texto-opinião, publicado na edição Nrº. 46336 do Diário de Notícias da Madeira de
  16 de Julho de 2017)

MÁRIO DA SILVA JESUS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.