domingo, 6 de agosto de 2017

DUAS EQUIPAS DIGNAS,, NESTA FINAL DA 39.ª EDIÇÃO DA SUPERTAÇA CÂNDIDO DE OLIVEIRA A DO VITÓRIA SPORT CLUB E A DO SL BENFICA

Resultado de imagem para SUPERTAÇA DE 2017
A 39.ª Edição da Supertaça Cândido de Oliveira, (que foi jogador do Casa Pia Atlético Clube e do SL Benfica, e que foi o primeiro capitão da selecção nacional, no jogo de baptismo de Portugal, no primeiro jogo internacional de Portugal no dia 18/12/1921, em Madrdi frente à Espanha, derrota de Portugal por 1-3. Tendo sido igualmente treinador de futebol e grande jornalista desportivo português. Autêntico “Mestre”, e todos estes campos e que fica para sempre ligado ao livro de ouro da história.do desporto em Portugal), realizou-se ontem dia 5 de Agosto de 2017, em pleno Estádio Municipal de Aveiro, que foi inaugurado a 15 de Novembro de 2003ª final desta supertaça Cândido de Oliveira, final, que teve frente a frente, as equipas do SL Benfica, Tetra Campeão Nacional da época de 2016/17, e do finalista vencido da última edição da Taça de Portugal, o Vitória Sport Club, jogo que devo realçar e de ser assinalado e de referir que teve toda a correcção, quer da parte do público, que encheu praticamente o Estádio Municipal de Aveiro, quer por parte dos jogadores das duas equipas. Resultado que acabou por sorrir ao clube de Cosme Damião, o grande fundador do clube da “águia Vitória”, por 3-1, mas cujo resultado foi muito valorizado pela grande réplica que foi dada pelos jogadores do Vitória Sport Clube, em especial praticamente em  toda a segunda parte, do jogo, tendo os jogadores dado, todos eles o seu grande esforço, dedicação e grande profissionalismo, sem terem medo do adversário, chamado SL Benfica, dando todos eles conta das ordens pelo seu comandante, o grande treinador, que se chama Pedro Martins, com provas já dadas, quer o 4.º Lugar alcançado pelo Vitória Sport Clube, que o coloca nesta época na Liga Europa, o êxito de ter alcançado a na época passada, a final da Taça de Portugal, derrota pelo mesmo adversário de ontem o SL Benfica, e agora finalista vencido desta Supertaça Cândido de Oliveira, derrotado pelo mesmo clube, mas que deixa um sabor de ter a certeza que irá fazer uma grande época de 2017/18, que ontem teve o seu inicio.
Fazendo um pouco de história desta Supertaça Cândido de Oliveira, esta teve a sua primeira edição no ano de 1979, a titulo oficioso, e que disputada num único jogo, e disputada no Estádio das Antas, entre o FC Porto e o Boavista Futebol Clube, vitória da equipa de do Bessa, por 2-l.
A partir do ano de 1980 a 2000, a prova passou a ser disputada em duas mãos. Finalmente a partir do ano de 2001 a 2017, a prova passou a ser disputada num único jogo.
Depois desta 39.ª Edição desta Supertaça Cândido de Oliveira, destaco para a grande hegemonia que o FC Porto tem com 20 títulos alcançados; seguidos pelo Sporting CP com 8 títulos; o SL Benfica com 7 títulos; o Boavista FC com 3 títulos e finalmente com 1 título alcançado, na época de 1988/89, frente ao FC Porto, o Vitória Sport Clube, o vencido de hoje frente ao SL Benfica.
No fundo acaba por ser injusto, na minha opinião, mas as regras são mesmo assim, não poder, ser possível haver dois vencedores, não tirando contudo, claro mérito aos jogadores de Rui Vitória, mas os jogadores, do Vitória Sport Clube, foram uns dignos vencidos.
Quando numa final como esta, não há casos negativos a registar o futebol, o desporto  e todos os que participaram nesta final estão de parabéns.


(Texto-opinião, publicado na edição online, secção "Escrevem os Leitores" do
  Jornal RECORD de o7 de Agosto de 2017)


Mário da Silva Jesus

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.