terça-feira, 1 de agosto de 2017

Venezuela! Tenho tanta pena de ti

Se Hugo Chavez não conseguiu domar a poderosa indústria petrolífera, revertendo algum bem-estar desta, para uma grande base social, em favor das classes mais desfavorecidas, então, Nicolás Maduro fez mergulhar o país numa escalada de generalizado mal-estar, sem qualquer tipo de estaleca para sair do atoleiro que ele mesmo criou, pese embora o contributo negativo de forças mais conservadoras que dentro e fora do país estão mais que mortinhas que tudo caia de ‘maduro’, num caos insustentável.
É, pois, necessário muito bom-senso, conjugado em sinergias comuns, alicerçadas em verdadeiros vínculos democráticos, que tirem o país da desgraça colectiva em que mergulhou.
Que a comunidade internacional tenha o tacto diplomático suficiente e contribua para que a Venezuela saia da crise e da profunda desordem generalizada em que caiu.

José Amaral

1 comentário:

  1. Impotentes para mais do que isso, só podemos mesmo ter pena...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.