sábado, 28 de abril de 2018

ESCUMALHA

Há tempos, reencontrei-me com um velho companheiro de luta (dos tempos do PS), por quem tenho especial estima. Eu, caí fora. Ele, continua por lá, desiludido, mas continua.
Coloquei-lhe esta questão: quem tem mais ladrões? o PS, ou o PSD?
Pôs-se a contar pelos dedos (não houve mãos que chegassem, mesmo com as minhas). Ao fim de cerca de 3 minutos, sentenciou: é o PSD.

Com os resultados dos últimos "jogos", talvez a classificação se altere.

O Poder corrói.

José Valdigem

9 comentários:

  1. Pode insistir, tem todo o direito de o fazer. Tal como eu de lhe (continuar a) dizer que escumalha (Dicionário Universal: escória social; ralé; arraia miúda), além de muito "feia" é de uma sobranceria "convencida", no caso vertente, visível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escumalha, não tem qualquer significado especial. No "meu" dicionário, também podia ser escroque, bandalho, bandido, ladrão. Aquilo que define o corrupto.
      Não me parece feio chamar os bois pelo nome. Feio (feia, no caso), é a vida que a gente leva por causa deles.
      Das palavras do Fernando, depreendo que acredita que os "casos" são pontuais, tal como existem em todas as atividades. Eu não penso assim. Também não acho que os que se aproveitam, são excepçôes, mas, convictamente, a minoria.
      A Agência Europeia para a Transparência (não se é assim que se chama), coloca-nos no topo da malandragem.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  2. Quer-me parecer que o Dr. Fernando Rodrigues se confundiu com o comentário que fez um dia destes a um texto indigente que, como é timbre daquele "escritor", era todo inanidades...

    Quanto ao que diz o Valdigem, as instituições sofrem por tabela os efeitos do mau comportamento de alguns dos seus membros, mas isso não deve ser motivo para quem se porta com decência as abandonar, antes pelo contrário, quanto maior for o número destes, menos hipótese terão os outros; digo eu, não sei, que nunca me senti atraído por nenhuma dessas agremiações...

    ResponderEliminar
  3. Obrigado ao Amândio Martins pela chamada de atenção que me fez. E, decorrente disso, as minhas desculpas ao José Valdigem pelas considerações laterais que fiz. Fica somente válido o que penso da palavra escumalha no caso do teor do texto que publicou.

    ResponderEliminar
  4. Já um bocado fora de tempo mas... afinal suponho que ainda não estou com o "alemão"! No passado dia 19/4, num comentário a um "post" do José Amaral - "Abonos éticos" - o José Valdigem chamou de escumalha os mesmos a quem chamou agora (quase toda a gente...), eu "protestei" e ele reafirmou a pertinência do insulto ( tal como agora, neste texto). Retiro portanto o meu pedido de desculpas a que fui induzido pelo reparo do Amândio Martins e a que anuí pensando que me tinha dado uma "branca" ou, melhor, um "baralhanço". Que afinal não existiu. A "branca" foi do José Valdigem ao responder-me ao primeiro comentário e deixando de o fazer ao segundo, o das desculpas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenha a menor dúvida Dr. Fernando. Foi mesmo uma branca. Peço desculpa, se ainda for a tempo.

      Eliminar
    2. Não tenha a menor dúvida Dr. Fernando. Foi mesmo uma branca. Peço desculpa, se ainda for a tempo.

      Eliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.