segunda-feira, 23 de abril de 2018

SINTO-ME ACIMA DA CORJA CAPITALISTA

Atravesso uma das melhores fases da minha vida. Não fossem uns pequenos detalhes e, claro, a sociedade capitalista onde estou inserido, tudo correria às mil maravilhas. De resto, escrevo, publico, intervenho publicamente, recito e canto e grito nas Sereias. Sou reconhecido. Sei bem que tenho os meus detractores, até sofro provocações. No entanto, atingi um patamar em que me tenho que habituar a isso. Se calhar, já estava escrito. O que é certo é que me sinto superior a toda essa corja mercantil e capitalista. Tenho uma noção de bem, de virtude, de justiça, nada tenho a ver com esses cães exploradores e castradores. Por isso me sinto acima. Com Jesus, Marx, Morrison, Bakunine, Nietzsche e Che Guevara. Por isso, grito a Liberdade e a Rebeldia. E também o Amor. E também a Dádiva. Por isso, cheguei a um ponto onde a minha vontade é soberana, a vontade de potência. Por isso, procuro ultrapassar o homem, no sentido do super-homem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.