sábado, 4 de agosto de 2018

Pedaladas nas gramáticas


Gosto de bicicletas, sobretudo de andar nelas. O ciclismo profissional já não me concita tal entusiasmo, embora, em tempos de Volta a Portugal, seja surpreendido, em noticiários radiofónicos ou televisivos, com as “últimas do dia”. Na Antena 1, tenho ficado de boca aberta por ouvir pelo menos um locutor referindo-se a uma equipa, a Caja Rural, lendo o seu nome como se a equipa fosse portuguesa e não espanhola. Isso mesmo, Caja, assim mesmo, com o jota à portuguesa. Ora, há algumas semanas, aquando da substituição de Mariano Rajoy na presidência do PP, ouvi também uma senhora locutora da Antena 1 ler, várias vezes, o nome daquele político como se ele fosse minhoto ou algarvio. E ninguém lhes chama a atenção, na Rádio pública, para o facto de os fonemas, em português e em castelhano, serem diferentes? Será que esses senhores estão a ficar semelhantes àquelas figuras ridículas que, em Espanha, há muitos anos, anunciavam os Beatles como [Biáteles]?

4 comentários:

  1. Espanhol ? . Nem Portugûes eles sabem! São os mesmos que enviam comprimentos aos deputados da Nação, por quererem enviar o Soares para o Penteão. Porque em prencípio. é um periúdo favorável, dadas as circonstâncias de acalmia política, dizem eles.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Já vi que o amigo José Rodrigues costuma ouvir a Antena 1. Talvez tenha ouvido, tal como eu, outro dia, a Eduarda Maio dizer ádem, em vez de hão-de.

    ResponderEliminar
  4. O que mais me espanta é que se trata de jornalistas (com mais responsabilidades para a "consagrada" Eduarda Maio), possuidores de carteira profissional que, ao que parece, não consomem informação dos confrades. Se ouvissem e lessem o que outros colegas produzem saberiam que estão a "meter o pé na poça". Às vezes, até me pergunto se sou eu que estou errado. Mas, nestes casos, acho que não. Já que ninguém o faz, chamemos-lhes nós a atenção.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.