terça-feira, 19 de junho de 2018


Cuidar do Lugar Onde Vivemos


Da professora Ana Paula Laborinho transcrevo um pouco do que no JN escreveu um dia destes: “...Os incêndios são também impressionantes se repararmos que 98% deles têm origem no descuido e negligência, para além das alterações climáticas que muitos insistem em negar.

A legislação impôs agora as limpezas dos terrenos, gerando um movimento sem precedentes para prevenir novas desgraças, mas não chega, porque Portugal será um dos países mais afectados pelas mudanças do clima se não colocarmos no centro da nossa cidadania cuidar das florestas, dos rios e dos mares, começando pela escola. Se não cuidarmos do lugar onde vivemos, para que serve cuidar do tempo que vamos viver”?


Amândio G. Martins



A 19 DE JUNHO DE 1584, MORRE FRANCISCO DE HOLANDA


Resultado de imagem para francisco Holanda

A 19 de Junho de 1584, morre, em Lisboa, com 57 anos, foi um humanista, arquitecto, escritor, desenhador, escultor, iluminador e pintor português, Francisco de Holanda, originalmente Francisco d’Olanda antigo bolseiro em Roma discípulo de Miguel Ângelo, autor da “Fábrica que Falece à Cidade de Lisboa”, primeira posposta de ordenamento da capital portuguesa.
Nasceu em Lisboa a 6 de Setembro de 1517.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Lei laboral agrada a patrões e UGT!

Grande parte das propostas da lei laboral foi concertada. Agrada ao governo minoritário do PS, patrões e UGT! Esta é uma central sindical dos trabalhadores? É, de trabalhadores incautos. A lei é iniqua: Aumenta para 180 dias a precariedade; alarga o período de experimentação; banco de 150 horas anuais de trabalho gratuito!;mantém a caducidade na contratação colectiva, que é uma faca permanente apontada aos trabalhadores e por aí fora. A UGT comemorou «a» vitória com vinho do Porto?, aquando os maus velhos tempos. O PSD apoia neste sentido os patrões. Faz parte da sua matriz - é também o partido do patronato.
Mas, é ridículo e demagógico, o seu novo velho presidente vir propor medidas
para ‘’diminuir a pobreza’’(!). No além da troika, estes diziam-nos que íamos todos empobrecer… para depois enriquecermos… (continuamos pobres). Esta tirada de Passos foi de gargalhar até chorar. Rui Rio faz uma inversão de 180 graus. Quem é que acredita nele? Porventura os sem cautela. Mas o que é gravíssimo e contraditório é estarem ao lado daquela lei laboral, que empobrece ainda mais quem trabalha. Ó sr. Rio a mentira tem a perna curta…
O PS voltou ao tempo de não ser nem carne nem peixe nem arenque vermelho e querer a maioria absolutista á custa do PS II - o PSD. Já o CDS é coroa da má moeda! 
   Quem não luta perde sempre. Os trabalhadores saberão responder a quem os traí!



                                                          Vítor Colaço Santos

Património da Santa Casa

Com alguma frequência encontram-se por esta cidade de Lisboa e arredores imóveis com indicação de pertencerem à Santa Casa da Misericórdia em estado de quase ruína. Muitas destes imóveis foram doações de pessoas que esperavam que esta Instituição lhes desse uma boa finalidade. Mas passam os anos e ali ficam à espera de caírem.   
Agora com este desaforo de despejarem pessoas face à transformação dos nossos bairros e freguesias em alojamentos temporários, não seria altura da Santa Casa em colaboração com os responsáveis autárquicos recuperarem com urgência estas casas e colocarem-nas no mercado de arrendamento a preços controlados ajudando assim à fixação das típicas gentes das nossas terras?   

Maria Clotilde Moreira

Público - 18.06.2018

Vejo odres andando

A imagem pode conter: 1 pessoa, desenho
A imagem pode conter: texto

As palavras são como as cerejas …

Resultado de imagem para imgem de: as palavras são como as cerejas
(imagem do Google)

1 – A RTP recebe por dia, dos portugueses, qualquer coisa como 483 mil euros.

2 – Eis alguns curiosos nomes de código relacionados com o saco azul da rede corrupta do BES: - Chocolate, Batman, Jaguar.

3 – Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, quando fala, tem sempre o seu dedo indicador apontado contra alguém, mas esquece-se que tem quatro virados para/contra si.

4 – Acerca da tragédia de há um ano em Pedrógão Grande, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou: “está a fazer-se o que se pode, mas é preciso mais”. Entretanto, António Costa – o ‘mau da fita’ – não foi convidado para a homenagem que a Associação das Vítimas promoveu para lembrar a trágica ocorrência., como se o primeiro-ministro fosse o lúcifer de todos os incêndios.
Às vezes, ou quase sempre, os populismos também não são bons conselheiros.

5 – Marcelo lança revolta na Maçonaria
Acerca do acima título garrafal vindo num jornal diário, sobre a recepção dada por parte do PR a duas obediências maçónicas, para as ouvir sobre a questão da legalização da eutanásia, lançou um grande descontentamento maçónico.
Sem entrarmos mais a fundo no assunto em apreço, perguntamos: - que utilidade tem a Maçonaria (uma organização secreta) para Portugal, ou o que de positivo faz para com a sociedade, em geral?

6 – Um bem conhecido autarca de Oeiras terá comprado, por 7 500 euros, uma imagem de Nossa Senhora do Rosário.
Perguntamos: - será que se converteu num fervoroso devoto, ou estará, inocentemente, a tentar corromper a divindade?

José Amaral


E esta, hein!

Resultado de imagem para imagem de : e esta, hein?
(imagem do Google)

*Dois alentejanos estavam a trabalhar para o Departamento de Urbanismo da
Câmara de Serpa.
Um escavava um buraco e o outro vinha atrás e voltava a encher o buraco.
Trabalharam num lado e depois no outro lado da rua.
No fim, passaram à rua seguinte, sem nunca descansar.
Um escavava um buraco e outro enchia o buraco outra vez.
Um espectador, divertido com a situação, mas não entendendo porque
eles faziam isto, foi perguntar ao cavador:
- Estou impressionado com o esforço que os dois põem no trabalho, mas
não compreendo porque é que um escava um buraco e, mal acaba, o
parceiro vem atrás e volta a enchê-lo.*
*O cavador, limpando a testa, suspira:
- Bem, isto pode parecer estranho porque, normalmente, somos três
homens na equipa; mas hoje o gajo que planta as árvores telefonou a
dizer que está doente ...!!!*

ELES MERECEM...




Fui vê-la umas horas antes. Chamei-a pelo nome, estava tão debilitada que talvez já não me conseguisse ver, mas ouviu-me bem! Miou, fiz-lhe festas, fez rom rom, colocou a cabecita em cima da minha mão e adormeceu. Ou talvez tenha simulado, para me tranquilizar.
Exatamente quando o Cristiano marca o primeiro golo, toca o telefone, atendo, era o Dr. Tiago, com alguns compreensíveis rodeios, a informar-me o trágico resultado das análises.
Enquanto milhões ruíam as unhas e depois explodiam com o magistral terceiro golo do CR7, eu deambulava na rua sem rumo, e pus-me a pensar que se existir o céu para alguns humanos, para os considerados irracionais, nomeadamente os tão afetuosos, gatos e cães, que, ao contrário de nós, não têm qualquer maldade, não existirá também um qualquer paraíso? Creio que sim!
Portanto, a Mina, a minha gatinha, já está no paraíso.
Francisco Ramalho
Corroios, 17 de Junho de 2018



Dar e Receber...


O povo inglês parece já estar a dar-se conta do embuste que foi a manipulação contra a permanência na União Europeia. Segundo escreve o prof. Ricardo Reis, no caderno “Dinheiro Vivo”, a economia  do Reino Unido estava num dos primeiros lugares  no crescimento económico antes do referendo, e hoje é a que menos cresce na UE e, dizem os números, com o brexit, os ingleses ficaram mais pobres cerca de 10%.

Dois anos depois do voto, não houve nenhuma política com algum sucesso do governo actual, porque toda a energia tem estado canalizada no brexit e as instituições vão-se fragilizando, com juízes ameaçados, a Câmara dos Lordes a ser ameaçada de extinção por se ter oposto a saída da UE, parlamentares a gritarem que o governo lhes prometeu num dia o que negou logo depois, que alguns foram ameaçados fisicamente para votar pela saída.

De facto, e até agora, os ingleses só perderam com a saída; é que não era só dar para os outros sem contrapartida, slogan com que enganaram os votantes, mas também receber grandes vantagens.  Diz Ricardo Reis que, num debate recente, foi ouvido a um dos apologistas da saída que ela valeu só pelo prazer de, no dia seguinte à vitória, poder mandar a Europa dar uma curva...


Amândio G. Martins



A 18 DE JUNHO DE 2010, MORRE JOSÉ SARAMAGO

Resultado de imagem para JOSÉ SARAMAGO




18 de Junho de 2010, morre, em Tías, Lanzarote, José de Sousa Saramago, foi um escritor, argumentista, jornalista, dramaturgo, contista, romancista e poeta português. Foi galardoado com o Nobel de Literatura de 1998. Também ganhou em 1995, o Prémio Camões, o mais importante prémio literário da língua portuguesa.
Nasceu em 16 de Novembro de 1922, em Azinhaga, Golegã.


Espanha jogou feio...

Cristiano Ronaldo agiu menos bem, em relação ao Fisco espanhol. Lá, a justiça condenou-o a pena
pesada, nada agradável. A decisão judicial saiu a poucas horas do jogo Portugal-Espanha e não foi por acaso. Atitude condenável e feia. Para ganhar não deve valer tudo…
Espanha não ganhou, Deus escreveu (e jogou) direito… por linhas do Direito torto.
Cristiano é fortíssimo psicologicamente e não tremeu. Após o jogo memorável que realizou, que ficará gravado nos anais da história do desporto-rei, ainda tem detractores? Ainda??
Desportiva e globalmente - entre os melhores é o maior!
Viva Portugal!!

Vítor Colaço Santos

domingo, 17 de junho de 2018

Portugal no Mundial de Futebol

Nenhum texto alternativo automático disponível.
(imagem do Google)

Cristiano Ronaldo, o abono de família da selecção das quinas, fez história com o hat-trick infligido à toda-poderosa la roja.
Se a nossa seleção entrou com o pé direito, esse seu primeiro feito pode guindá-la ao topo mundial.

José Amaral

A 17 DE JUNHO DE 2009, MORRE O MAESTRO JOSÉ CALVÁRIO


Resultado de imagem para jOSÉ cALVÁRIO

A 17 de Junho de 2009, morre, em Oeiras, o maestro José Carlos Barbosa Calvário, considerado um dos melhores orquestradores e arranjadores de Portugal. Como compositor, foi ainda autor compositor, destacando-se, entre outros clássicos, da música,  “Flor Sem Tempo”,  “E Depois do Adeus”, que serviu de primeira senha à revolução de 25 de Abril.

O melhor do mundo


Não sou dos que se debatem na dúvida, perfeitamente legítima, entre quem é o melhor do mundo futebolístico no momento actual. Sem qualquer hesitação, a minha resposta é peremptória: Cristiano Ronaldo.

Acontece, porém, que Ronaldo, mais velho quase dois anos e meio do que Messi, pormenor nada despiciendo em alta competição, surpreende-nos a todos, parecendo não ter fim à vista, melhorando dia a dia, ano a ano. Até um dia… inevitável.

Por razões que ignoro, Messi começou mal o campeonato do Mundo, o que não quer dizer que as coisas não venham a melhorar significativamente. Aliás, na selecção argentina, nunca Messi foi a “sombra” de outros como Maradona, ídolo incontestado, talvez mais ainda do que Eusébio, Pelé ou Figo. Ronaldo também foi muito criticado, tempos atrás, de que só brilhava no Real Madrid, onde tinha uma equipa inteira a trabalhar para ele, e que, na nossa selecção, desiludia. Já demonstrou que a verdade não é essa, e, quer no seu clube, quer na nossa selecção, o seu espírito de equipa está claramente demonstrado. É a nossa grande mais-valia, também porque trabalha decisivamente para o colectivo.

De qualquer modo, não estamos livres de que Ronaldo caia, por uma infelicidade qualquer, num momento de baixa de forma. Como, parece, está a acontecer com Messi. De resto, o argentino pode, perfeitamente, já no presente campeonato, reganhar a confiança que, aparentemente, lhe tem fugido.

Por isso, colo as minhas convicções às de Neymar: o melhor jogador do mundo é mesmo ele. Messi e Ronaldo não são deste mundo.

Jogos de personalidades

Nestes últimos dias tem havido inúmeras trocas de "galhardetes" entre analistas e fãs de duas parelhas: Trump/Kim e Ronaldo/Messi. Quanto aos primeiros, parece haver razoável concordância em que não são, ambos, gente em que se confie, embora, dum lado e doutro e aqui ali, uns não deixem de elogiar a inteligência do americano, dizendo que conseguiu o que Obama nunca fez, enquanto outros elogiam  a inteligência do coreano,estes sem nunca dizerem se é comunista ou não é. No outro "tandem", de menor importância (?) os elogios para Cristiano apodam-no de sério, honesto, patriota e, sem dúvida, o melhor dos melhores no jogo, enquanto para os do Leonel este é o incomparável, porque único, na bola,  e até tem artes de diplomata justo na escolha dos países onde a sua selecção joga.
Para mim, os dois primeiros são dois "trampolineiros" que, infelizmente, fazem do mundo um tabuleiro de xadrez, ao sabor dos seus (deles) egos que são bem feios, do que nos é dado observar. Dos segundos o que penso é: são dois grande futebolistas, os dois melhores do mundo. O Messi mais artista e o Ronaldo mais atleta. Têm ainda em comum, lamentavelmente, o facto de ambos terem roubado o fisco e por isso terem sido condenados em "pequenas quantias" de dinheiro. Que o português esteja na "mó de cima" no Mundial, agrada-me muito porque sou português, Agora que seja capaz de me "bater" por qualquer um dos quatro nos "duelos" a dois, acho que não consigo mesmo.

Fernando Cardoso Rodrigues