terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Parabéns ao Moreirense: Foi bonita a festa, pá!

Parabéns ao Moreirense: Foi bonita a festa, pá!
No domingo, o Estádio Algarve, em Loulé, testemunhou e serviu de palco a uma final inédita e histórica, para o pequeno-grande, Moreirense Futebol Clube, que inscreve o seu nome na lista dos vencedores da Taça da Liga, juntando-se ao V. Setúbal, Benfica e Sp. Braga, que a tinham anteriormente conquistado.
A final da X Edição da Taça da Liga-CTT, pôs frente-a-frente os vencedores das meias-finais da 'final four', nas quais o Sp. Braga venceu o Vitória de Setúbal, por 3-0, e o Moreirense venceu o Benfica, por 3-1.
Final disputada com todos os ingredientes dignos e próprios de uma final, com o pormenor de ter-se tratado de uma final tipicamente vestida à "minhota", entre duas grandes equipas, com a presença de 6.800 espectadores, tendo os adeptos de ambos os conjuntos proporcionado um bom espectáculo, de cor e alegria, onde as cores vermelhas, brancas e verdes, se misturaram nas bancadas do estádio construído para o Euro'2004.
Infelizmente, excepção aconteceu após a marcação do golo do Moreirense e dos festejos lógicos, por parte dos jogadores de Moreira de Cónegos, quando algum(s) adepto(s), mais fanático(s) podia(m) ter estragado a final e deitado tudo a perder, num jogo sem casos e jogado com a maior correcção. Um jogo de futebol, deve ser sempre uma festa. Porque não?
Vitória, por 1-0, dos comandados do técnico Augusto Inácio, com o único golo da partidaa ser apontado através da marcação de um penalti, convertido por Cauê.
Muito mérito para o Moreirense Futebol Clube, não só pela conquista da Taça da Liga, mas que junta a este saboroso título o facto de ter deixado pelo caminho Estoril-Praia, FC Porto e Benfica e, agora, Sp. Braga.
Estão de parabéns todos os intervenientes nesta conquista, jogadores, técnicos, dirigentes, o simpático clube do Minho, toda a sua massa associativa e as suas gentes, que levaram para Moreira de Cónegos, pequena vila e freguesia do concelho de Guimarães, a apetitosa conquista deste troféu.
É um concretizar de um sonho para muitos dos jogadores, que muitas vezes e devido ao facto de não terem chances de vestir outras camisolas com maior peso, têm poucas hipóteses de viver momentos como aqueles vividos no Estádio Algarve, em Loulé. Foi bonita a festa pá, fiquei contente. 
Parabéns ao Moreirense Futebol Clube e às suas gentes.

(Texto-opinião, publicado na edição online, secção "Escrevem os Leitores" do Jornal  RECORD de 30 de Janeiro de 2017)

MÁRIO DA SILVA JESUS

2 comentários:

  1. Eu sou benfiquista, mas dou também os Parabéns ao Moreirense, porque sinto alguma alegria quando os mais modestos triunfam. Um clube de uma vila com pouco mais de 4 quilómetros quadrados e menos de 5.000 habitantes, conquistou um título nacional depois de vencer os três primeiros classificados do campeonato nacional. É um feito nunca antes alcançado.

    ResponderEliminar
  2. Agora, há que arranjar NOVAS regras para a disputa das taças em futebol, uma vez que os clubes ditos grandes podem ficam com continuados complexos de inferioridade perante os PEQUENOS.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.