segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Spartacus,precisa-se

Muita falta de vergonha e alguma cegueira é, com toda a certeza, o que partilham entre si as oito personalidades que detêm tanta riqueza como a de metade da população mundial. A falta de vergonha explica-se pela soberba dos impunes. A cegueira consiste em quererem convencer-se de que afronta tão grave como esta divulgação de dados estatísticos não possa desencadear movimentos globalizados de rebelião tomados pelas vítimas de tais iniquidades. A revolta dos escravos sempre despertou instintos de justiça nas populações, sobretudo se esfomeadas. Quem não se lembra da figura de Spartacus, épico herói nas telas cinematográficas desde há algumas décadas? Os tempos são outros e muito diferentes, mas ninguém pode julgar-se imune a uma qualquer ameaça que possa vir a ser perpretada pelas legiões de subjugados que enxameiam a Terra. É preciso que apareça um Spartacus disposto a substituir o gládio por um computador.ou outra modernice qualquer. Seguidores não lhe faltarão.

Expresso - 21.01.2017

2 comentários:

  1. Só é pena que a falta de cegueira dos "senhoritos" possa levar "Spartacus" a "levar tudo e todos de rompante" porque há "modernices" que se chamam... botão do nuclear. Hipérbole? Antes seja.Abraço caro José!

    ResponderEliminar
  2. Antes fosse a "falta de cegueira" pois... é a cegueira mesmo!

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.