terça-feira, 17 de janeiro de 2017

HAJA DECORO POLÍTICO!


HAJA DECORO POLÍTICO!
A mais recente discussão política, refiro-me ao acordo social sobre o salário mínimo, e a contrapartida para as empresas de descida na sua TSU, está a ter laivos indecorosos de um ponto de vista político. Do lado do governo, ouvimos o líder parlamentar do PS a atacar o PSD por não votar ao lado do governo, como se aquele partido fizesse parte da maioria parlamentar. César não criticou nem censurou ou responsabilizou os seus parceiros de governo, atacou a oposição do PSD, imagine-se a falta de decoro. Por parte do PSD, é evidente que também não fica bem na fotografia, pois estes ajustes na TSU são uma matéria a que o governo do PSD não é estranho no passado recente. Custa pois agora compreender, se pensarmos no superior interesse da concertação social e da economia, como se pode recusar esta medida. Certo que a normalidade de subida do SMN costuma ser na lógica do aumento proporcional da produtividade, mas o governo resolveu pelo seu programa fazer do aumento do SMN um objectivo de dinamização da economia. Oxalá tenha razão, e as empresas pequenas e médias consigam aguentar estes encargos.
OBS. Publicado como "carta da semana" no semanário Expresso na sua edição de 21/1/17.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.