sábado, 14 de janeiro de 2017

O dinheiro tudo (a)paga!

Soubemos que a família de Ruben Cavaco (16 anos) chegou a acordo com o Embaixador do Iraque para não apresentar queixa por agressão dos filhos, também menores, do segundo ao primeiro. Dinheiro pelo meio, como sempre, e... pronto! Ficou a hipótese de o Ministério Público continuar ( ou iniciar) um processo pois o crime foi público, muito embora, com o acordo, a família do Ruben não se constitua assistente no processo...
Bom, mas entâo o dinheiro tudo apaga? Agride-se e pronto? Não há "sociedade" neste e tantos outros casos? E, já agora, gostaria de saber qual foi a decisão do próprio Ruben Cavaco?... Aos 16 anos qual foi a autonomia exercida num mal que ele próprio sofreu no corpo e no espírito?...

Fernando Cardoso Rodrigues

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. É na realidade uma verdade, o que faz o dinheiro que limpa a dignidade num estalar de dedos, mas não é só...também no meio desta treta, arranjar um advogado, é quanto basta, assim mamam todos. Mamam os pais do "menino" que levou na tromba, mama o advogado (que é nosso camarada da escrita neste blogue). enfim não passa de dinheiro sujo, sujo não, muito sujo. Assim vai a nossa (in) justiça em PORTUGAL. E que para a próxima ocasião, o "menino" leve mais na tromba, que depois os outros pagam por cada murro que derem. E, depois cá temos o(s) nosso(s) advogado(s) para comerem também, aliás para tentarem resolver os conflitos?
    Esta decisão, mete-me repugnância e nojo.
    Mas de qualquer maneira, sempre aquele abraço amigo e fraternal do,
    Mário Jesus

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.