quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Lembram-se da TSU?...

Por certo que sim! Foi há poucos anos, no "reinado" da coligação governamental que queria ir para além da troika e trouxe milhares de portugueses para a rua gritando aos "senhoritos"... que fossem "dar uma volta ao bilhar grande" ou, dum modo mais erudito... "ao Camões" (perdoe-me Sr. Presidente da Academia das Ciências...).
Pois a TSU ( taxa social única) voltou! Ou melhor, voltou o seu desaparecimento para os patrões. O despudor (chamar-lhe-ão inteligência política) dos socialistas é um pouco menor que o do PSD/CDS, mas voltou! Da outra vez era uma TSU tipo "Robin dos Bosques ao contrário", o que aos patrões decrescia , subia o vindo dos bolsos dos trabalhadores. Agora continua a minguar no pagamento dos primeiros para também o fazer nos cofres da Segurança Social (SS) e ainda nos bolsos dos contribuintes que pagam o Orçamento de Estado aquilo que os patrões poupam. Sei que a "esperteza" do ministro Vieira da Silva diz que a SS vai obter mais receita pois o novo valor do salário mínimo acarreta essa consequência mas... também já ouvi o mesmo tipo de raciocínio, por outrem, quando a extinção (?) da CES ( Contribuição Extraordinária de Solidariedade) foi equiparada a aumento do valor das pensões...
Bom, o salário mínimo sobe mas porque diabo ( outra vez o demo...) tem que baixar a TSU? Porquê esta permanente desculpa em que nunca se paga o que o trabalho merece e se está sempre a "compensar", para não "afugentar", o capital? Se houver pequena empresas com pouca liquidez, então sejam só estas a excepção e não regra para todas.

Fernando Cardoso Rodrigues

P.S. Esta carta foi enviada ao PÚBLICO, em 30/12, para eventual publicação mas não a mereceu.

1 comentário:

  1. Claro que não venho comentar a minha própria carta! Somente dizer que afinal foi hoje (6/Jan.) inserida no PÚBLICO.
    ´
    Fernando C. Rodrigues

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.