quinta-feira, 25 de maio de 2017

…E contudo tem mérito!

A Direita anda tão desnorteada com os recentes êxitos de Portugal que já não diz coisa com coisa.
É que tendo demolido de uma ponta à outra as políticas encetadas pela actual governação, que só poderiam conduzir o país ao desastre, a um novo resgate, é difícil perceber como se poderá agora colar aos resultados, como se tem visto com a maior desfaçatez.
Todavia, penso eu que algum mérito têm, sim senhores, porque tendo degradado tanto a vida dos portugueses, tendo descido tão baixo na indignidade, o caminho dos que lhe seguiram só podia ser de subida!
Mas o líder da Oposição ainda não concluíu a ressaca e insiste em atirar-nos à cara a ”boa herança” que legou…
Adaptando uma citação de Gorbachev, último líder da União Soviética, que hoje li, “matar o elefante foi fácil; difícil é remover o cadáver antes que feda”.


                                       Amândio G. Martins

2 comentários:

  1. Deixe-me ser cru... Não era um elefante... era um "rato" e daí a sua mais fácil remoção. A "montanha" que "eles pensavam ser, pariu o que pariu e , agora, "esbracejam" mesmo depois de "mortos"... E dizem o que mais lhes convêm para dar "prova de vida" que já não existe...

    ResponderEliminar
  2. Cruel por cruel, abundam na minha zona umas cobrinhas simpáticas, chamadas "cobras rateiras", que se alimentam deles...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.