quarta-feira, 17 de maio de 2017

Fobias e linguagem

Soube hoje que, também hoje, é o "Dia Internacional contra a Homofobia, a Lesbofobia e a Transfobia" ( uau! até o computador está desactualizado pois deu erro nas duas últimas!). Curioso como as palavras mudam do dia para a noite! Ainda há uns dias cabia tudo dentro da homofobia e hoje o "comboio" esticou-se até às três.
Porque será esta ânsia da desmultiplicação? Para agradar aos géneros ( dantes chamavam-se sexos...)? E se sim, porque é politicamente correcto ou para dar "o seu a seu dono" ( ou dono e dona?)? Mas, com os mesmos pretextos, às vezes "encolhe-se". Como com a substituição da paternidade ou maternidade pela "feia" palavra da parentalidade. Termino com o agora vulgar " homens e mulheres" de Portugal, que tão em voga está no discurso político, talvez pelo medo de... perder votos do "gineceu". Ah! e como fazemos com o "Homo sapiens, sapiens"?...
Não sei, confesso, mas também é verdade que não entendo tantas outras coisas! Ou "coisos"? Mas que baralhada "meu Deus" ou...nada, fico por aqui!

Fernando Cardoso Rodrigues

1 comentário:

  1. E faz muito bem! É que já só falta criar o Dia Internacional do "Valha-me Deus".Quanto ao computador não andar alinhado com essas modernices, no meu, onde não há detector de mentiras, passa tudo, o que às vezes também é chato, pois só descubro muito depois do mal feito...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.