terça-feira, 23 de maio de 2017

Infame regressão

Se falta pão mas há circo
É assim que quer o rico
Tudo caminha perfeito
Via aberta à canalha
Para roubar quem trabalha
Sem o mínimo respeito.

Mentia a cada segundo
Quis-nos escravos no mundo
E a velha oligarquia
Está bem desmascarado
Mas nada envergonhado
Voltava ao que fazia…

Num mundo desregulado
O povo feito escravo
É mina para explorar
Serventuários governos
Aceitam estes infernos
Sempre que o rico mandar!


Amândio G. Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.