segunda-feira, 29 de maio de 2017

Idiossincrasias

Se reagem com grande desproporção
Porque alguém discorda do que dizem
Por bem pequena coisa se afligem
Como se pudessem ter sempre razão...

Carece de sentido tal presunção
Não é por que discordam que agridem
Deixem para lá se os contradizem
Não está a honra em competição.

No tom é que se deve ter cuidado
Não custará nada ser educado
Pelo menos a quem é boa pessoa…

Aos que gostam mais da luta de galos
Melhor é desistir de enfrentá-los
Ser honesto com o que se apregoa!


Amândio G. Martins

3 comentários:

  1. O poema está bem conseguido, é satírico q. b., serve em algumas situações. Para mostrar a minha sapiência, diria que recupera Sá de Miranda e que está na linha bocageana. Um abraço e mande sempre.

    ResponderEliminar
  2. Admiro "Elmano Sadino" de uma ponta à outra, mas nele há muita poesia. E encontrar poesia na minha versalhada deve ser mais difícil que agulha em palheiro... O meu é mais o estilo "pica boi", salvo seja!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seguir os mestres é um bom caminho, igualá-los ou superá-los é um objectivo que nem sempre se consegue, mas isso não envergonha ninguém.

      Eliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.