quinta-feira, 18 de abril de 2019

BAKUNINE UNE-SE A JESUS

Ninguém estava à espera. Estavam todos muito sossegadinhos. Pois é, os camionistas. Bakunine,afinal, une-se a Jesus. Afinal, a máquina tem falhas, não é? Afinal os computadores não controlam tudo. Há um novo radicalismo. Que rompe com a lei e a autoridade. Que acende o poeta. Que ameaça governos. Que faz tremer servos e senhores. Ah! O Homem Livre à espreita. O Revolucionário. O Insurrecto. Somos nós os deuses, querida. Anunciamos o novo mundo. Dançamos. Brindamos. Celebramos. Viva o Homem Livre! Viva o Novo Mundo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.