quarta-feira, 17 de abril de 2019

Engravidar Portugal

- O ex presidente e ex muitas outras coisas, Cavaco Silva, reapareceu sem sinais de curvatura na coluna, graças a Notre-Dame, e falou entre lamentos e premonições. Dentro disto alertou, que "Portugal tem que começar já, a tomar medidas para estimular a natalidade" para que haja quem trabalhe e desconte para a segurança social e para as reformas, a sua e dos outros, novos e velhos ou conforme o seu estado. Falou, não na qualidade de comentador político, já que é estatuto que não assume, e por isso não entra na centena deles que contabilizou haver, e que andam na Comunicação Social a mandar bitaites, mas apenas como "ex-pecialista" em assuntos de pelotões atrasados e em "opções erradas". Deduzo que ele quis fazer passar a ideia, que em vez de se andar a distribuir preservativos por "raves & parades, e festas de abanar o capacete", devemos é optar pelo comprimido azul, que estimule o apetite sexual, e provoque o aumento da criançada, de modo a deixar a cauda da Europa no que diz respeito a nascimentos, sem necessidade de recurso à imigração. Diz o ex-presidente e contador de crianças, que é necessário "convencer os casais" a fornicar até dar rebento. Penso, que por mim e por ele, bem vamos ficar pela cauda, com ou sem crescimento económico. Só o CRonaldo pode desbloquear este imbróglio!*

-*(in revtª.SÁBADO.24.04-)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.