terça-feira, 2 de maio de 2017

SUJAM A TERRA E MERECEM O CÉU?



Sou ouvinte da primeira parte do Programa da Manhã da Antena 1, dirigido por um excelente comunicador (José Candeias). Trata-se de um programa interativo em que os ouvintes e o radialista falam sobre os mais diversos temas. Toma-se ali o pulso ao país que desperta e trabalha. São, padeiros, professores (que se deslocam para escolas distantes da residência) distribuidores das mais variadas matérias, pescadores, agricultores, pessoal da segurança, emigrantes nos quatros do mundo, e motoristas. Muitos motoristas que ouvem o programa para se manterem despertos e participam relatando o que observam aí pelas estradas de Portugal e por essa Europa fora. Agora nestes dias que antecedem a grande concentração em Fátima ( E então este ano com a vinda do Papa Francisco…) já diversos se referiram a um comportamento tão prejudicial ao meio ambiente, quanto vergonhoso: é que as bermas das estradas (sobretudo, segundo eles, de Norte para Sul) ficam pejadas de lixo. Milhares de garrafas e sacos de plástico, papelões,até restos de comida, etc. Uma autêntica estrumeira.
Será que esta gente que tanto conspurca a terra, que ali vai para fazer promessas e pedir o céu, merece-o? E que tal uma palavra de sensibilização ou mesmo de reprimenda das autoridades eclesiásticas ao rebanho? A estas ovelhas ranhosas?
Francisco Ramalho

Corroios, 2 de Maio de 2017

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.