segunda-feira, 8 de maio de 2017

O Título não cai do céu

- E caiem pétalas sobre a Luz,
e no país se respira um ar de felicidade;
O sal do norte à beira mar seduz,
e resultam num sol do sul e de verdade;

Já da Invicta o mar agreste em nada se traduz
se não em birra, e raivosa ferocidade.
as queixas mil pelo imenso catrapus
que do campeonato guardam ferida saudade;

E as pétalas suaves reluzem vermelhas,
feitas de sangue, das lágrimas, com suor;
e se no norte há inveja nas mentes velhas,
no sul, à Luz do sol se canta o amor;

E a luz brilhante vem beijar os campeões,
que desde o suave sul até ao rude norte,
saberão ser francos e generosos corações,
e voar alto como águia que venceu a morte;

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.