quinta-feira, 22 de junho de 2017

A vida no seu geral






Hoje não choveu, ou pouco; não ardeu, ou menos; não calorou - ou muito ou pouco - de ter feito calor com uma palavra inexistente e aceite. 

Foi um dia banal, no sentido de acontecimentos dignos de nota noticiável.

Hoje não se resolveram as dúvidas que se tinham de ontem, ainda menos se esclareceram as de hoje, e fica-se a distância longínqua de se ter uma vaga ideia sobre as precauções que se devem tomar relativamente a amanhã, dia perigosíssimo, porque é desconhecido.


Sendo todas, estas, as condições que se apresentam, é de uma grande probabilidade, que as pessoas, incomodadas por tanta dúvida insegura, sejam levadas a dizer mal da vida em geral, e dos acessórios da vida que constroem o seu geral.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.