quarta-feira, 9 de novembro de 2016

TRUMP ARRASADOR!



À hora a que escrevo este desabafo, os derrotados na eleição americana estão ainda em estado de choque. Tinham tudo a favor deles e perderam de forma arrasadora. Perderam todo o Congresso, no Senado e Câmara dos Representantes. E tinham todas as TVs de referência, todos os jornais e de uma forma geral todos os mídia a favor e perderam. Do que eu julgo conhecer e observei, por três principais razões. Trump nunca foi político e facilmente açambarcou todos os descontentes do jogo político e do chamado políticamente correcto. As administrações anteriores, quer Republicanas ("dinastia" Bush) quer Democratas (a quase "dinastia" Clinton) não fizeram crescer a América, quer na Economia, quer no respeito dos seus adversários no Mundo, sejam Nações, sejam Estados terroristas e protectores do terrorismo. Por directa consequência, e em segundo lugar, era preciso mudar tudo, ou quase tudo e Trump era o homem certo, apesar da sua retórica politicamente incorrecta. Esta mudança era de tal modo temida pelos políticos e lobbies de Washington e Wall Street, que até George W Bush anunciou ir votar na candidata do partido Democrata. Em terceiro e último lugar, a Lei e Ordem. "Law and Order", foram as primeiras premissas anunciadas pelo agora Presidente eleito. Parece simples, irrecusável e legítimo, mas nas últimas décadas temos assistido, nos EUA e no chamado mundo civilizado, a um retrocesso no combate ao crime generalizado, quer económico, quer penal, e na corrupção. Os Juízes e Tribunais tornaram-se condescendentes com o crime e os criminosos, na ilusória convicção que todos são recuperáveis e que as prisões são dispensáveis. As forças da ordem e os militares tornaram~se um fardo, uma chatice, e ninguém os aprecia e valoriza. Outrora heróis condecorados com medalhas de honra, milhares de americanos passam fome e pedem esmola nos EUA. Polícias e autoridades quando têm de usar a força para se defenderem ou perseguir bandidos, são depois agredidos ou mortos na via pública, ou acusados em tribunal. Ouvi em directo o discurso de vitória do Presidente eleito Donald Trump. Surpreendeu todo o mundo, especialmente Hillary Clinton, que antes o havia desqualificado como presidente. Foi gracioso com ela, e agradeceu o seu serviço público, pedindo depois a todo o povo conselho e orientação, em especial dos que não haviam votado nele. Nasceu hoje um grande político? Sem dúvida, se conseguir de novo tornar vivo o sonho americano e fazer a América grande.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.