segunda-feira, 21 de março de 2016

Jonas. O filho da águia!

Numa breve consulta biblica, ficamos a saber de que "Jonas", filho de Amitai, era galileu e o seu nome significa, "pomba". No seu livro, relata os acontecimentos com detalhes, "buscando o caminho da glória de Deus, e não a sua". Este profeta da tribo de Zebulom, disse numa das suas pregações,"que Deus não quer que ninguém se perca, mas deseja que todos venham ao arrependimento". Mas isto dizia há muito, muito tempo. No domingo dia 20 deste março primaveril, do ano da graça de 2016, outro Jonas, nascido em Bebedouro no Brasil, filho de Ismael, e actual artilheiro-mor do clube da águia alfacinha, quando faltava um minuto para o fim de mais um capítulo do jogo do calendário desportivo nacional, e em que participava ali para os lados da Boavista, clube da cidade do Porto, e não aquele com idêntico nome, que se situa em Saquarema no Rio de Janeiro, e que tem à porta do estádio, uma pantera negra com ar agressivo, desferiu um golpe rude, de misericórdia, que provocou um desfecho que rasgou o mar de esperança que já se vivia em Alvalade - clube que também ostenta um bicho feroz, parecido com o da equipa axadrezada, e com o domador das redes "facebocais"- Um leão chamado Bruno. Este golpe apocalíptico, tocado por Jonas que acendeu a luz e elevou a alma benfiquista, autor do golo que deu a vitória mais difícil mas mais saborosa da Liga de futebol nacional a decorrer, aos seus adeptos, provocou no dono do facebook dos lagartos, a maior desilusão, e fez com que este mandasse, cancelar de imediato por essa via, a produção das faixas de campeão nacional, iam estas já a meio nos teares que não produzem artigos contrafeitos, mas só originais com os nomes correctos. Este Jonas, jogador da águia vitória, e não pomba galega, deitou por terra, num só momento, os animais felinos e ferozes- a pantera e o leão, com um tiro certeiro, colocando a bola no caminho da "glória de Deus e não a sua" como vem descrito no Livro dos livros. Embora continue a respeitar "que Deus não quer que ninguém se perca”, mas deseja que todos os Brunos da tribo lagarto, se arrependam das bocas que mandam no facebook verde e branco, repetida e desatinadamente!



2 comentários:

  1. Amigo JM1, desculpe lá, mas não resisto a “copiar” esta carta para enviar ao meu grupo da pesada do pontapé na bola. Uns, irão achar muita graça e aplaudir. Outros, vão dizer-me “só me envias disto…”. É a vida, já disse alguém. Um abraço e saudações desportivas do JM2

    ResponderEliminar
  2. Tratar estes "flashes" desportivos com tanta graça não está ao alcance de qualquer um. Primeiro, porque é preciso lampejos de génio, depois, porque faz uma análise propositada ao grande educador das multidões leoninas, com sentido crítico e sem o mínimo de ofensa. Parabéns ao Joaquim Moura por mais este momento de bom humor.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.