domingo, 20 de março de 2016

RADICAL?

Soube-se que a EDP aumentou António Mexia para 6.800 euros por dia. Dizia o jornal onde li a notícia, tanto como Gaitan. Evidentemente que nada me move contra qualquer um. Mas move-me tudo, contra o sistema que tal permite. No entanto, parece que não é consensual. Veja-se as reações que tal afronta provocou. Apenas algumas, tímidas, no Face Book. E só em relação ao gestor! Quanto ao futebol, não só não há críticas, como até aplaudem. Por exemplo, no caso dos 10 estádios que continuamos, e com língua de palmo, a pagar. Num país onde o ordenado mínimo é 530 euros por mês, 6.800 euros, mas também mensalmente, não seria já um bom ordenado? Dizia eu, que tudo me move contra o sistema que tal permite. O sistema dos donos disto tudo,cujos representantes são os 3 partidos do chamado arco do poder: PSD, CDS e PS. E aqui já há quem torça o nariz e me considere radical, (até gente das minhas relações que muito prezo) por incluir o PS. Ainda por cima, depois do passo que deu. Incluo! Tem que dar mais! Tem que pôr em causa os alicerces do sistema. Por exemplo;esta UE que nos estrangula, e outros pilares do sistema, como é o caso do seu braço armado, a NATO. Aliás, tal como preconiza o artigo 7º da nossa Constituição. Portanto, continuo a prezar quem prezo, e não me importo que me chamem radical. Resignado, é que não!


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.