sexta-feira, 18 de março de 2016

MASSACRANTE

                                    INTOLERÁVEL ABUSO!

Há uma praga dos tempos modernos, que ataca diariamente, de dia e até de noite, em especial quem dispõe de telefone fixo, mesmo que tenha pedido número confidencial, numa total falta de respeito pelos direitos das pessoas.
Já houve o tempo daquelas vigarices que consistiam em dizer às pessoas que tinham sido seleccionadas para receber um prémio, mas que para isso teriam de comparecer em determinado local, onde seria oferecido um jantar…
E, por incrível que seja, há muito quem acredite que possa haver quem nos queira oferecer prémios em troco de nada. E lá iam ao tal jantar, depois do qual lhes era imposta uma parafrenália de objectos de uso doméstico para venda a preços exorbitantes; e o tal “prémio” acabava por se consubstanciar  numa bujiganga que só aparecia depois de os “inocentes” terem assinado contratos leoninos, dos quais só tinham verdadeira noção quando chegavam as facturas.
E se essa “moléstia” abrandou, pelo menos não tenho visto notícias de novas burlas, de há uns tempos para cá são os telefonemas do MEO. Já recebi, num só dia, seis chamadas a propor a mesma tralha. E fazem-no de uma forma totalmente irracional, pois se houvesse um mínimo de ordem naquele serviço, tomavam nota do cantacto feito e não insistiam.
Eis o mundo dos “call centers”, em que aos funcionários é exigido tal número de contactos e contratos que só lhes resta “moer o juízo” ao pacífico cidadão, que deixa de ser tão pacífico assim perante tal massacre. É que até já tive que me levantar da cama - não fosse alguma coisa importante – e levei em cima com o MEO, só porque nas várias chamadas feitas durante o dia lhes tinha sido dito que o titular não estava…
Seguro de que não vou aguentar isto por muito mais tempo, não vejo outra saída que não seja desligar a sucata toda e pôr fim aos serviços há muito contratados!

                                        Amândio G. Martins


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.