segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Ó patego, olha o galo!


Numa gigante adaptação do conhecido galo de Barcelos, a artista plástica Joana Vasconcelos, autora de obras de grande envergadura e efeitos visuais nunca pensados, criou o Pop Galo no âmbito da Web Summit, que assentou arraiais tecnológicos do mundo digital em Lisboa.
O referido galináceo multicolor tem dez metros de altura, está coberto de uma plumagem com dezassete mil azulejos e está abrilhantado por dezasseis mil lâmpadas led.
A partir de agora, em vez de ‘ó patego, olha o balão!’, usar-se-á o termo: ‘ó patego, olha o galo!’


José AmaralGigante Galo de Barcelos ilumina-se junto ao Tejo antes de voar para a China

1 comentário:

  1. A capacidade criativa de Joana Vasconcelos é o gigantismo, ou seja apresentar, como obra de arte, objectos normais em medidas desproporcionadas. Não sei se é arte, se é apenas uma nova forma de representar as coisas comuns. Uma coisa é certa, como ela tem as ideias e os outros produzem os objectos, sempre vai dando trabalho nas oficinas, o que não é nada mau em momentos de crise.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.