segunda-feira, 24 de abril de 2017

Os salários dos gestores de topo



Evidentemente que tem sempre de haver diferenças salariais entre o topo e a base dos colaboradores de todas e quaisquer instituições, públicas ou privadas.
Evidentemente que somos todos diferentes, e ainda bem.
(...)
 Porém, as diferenças devem ser “diferentes” mas nunca exageradas. E não deverá haver uma diferença tão grande que possa roçar o “exagero” e até dar a sensação de injustiça social.
(...)
E neste nosso país, em algumas empresas privadas, há directores executivos que recebem 60 vezes mais do que a maioria dos “seus”  trabalhadores.
 Convenhamos que é demasiado.
 (...)

Augusto Küttner de Magalhães,
Porto

(Público, 23 -4- 2017)

6 comentários:

  1. Augusto, a data já está indicada!!

    ResponderEliminar
  2. Mas foi modificado , daí ter pedido, em tempos, à Céu para "inserir" e assim fica logo como bem quer ....

    ResponderEliminar
  3. Agora com a Sua segunda modificação já ficou melhor, Céu!!!!

    ResponderEliminar
  4. APenas coloquei a data em baixo, como é costume, e para uniformizar.

    ResponderEliminar
  5. Pois, mas modificou e por isso lhe havia pedido , faz tempo, para ser a Céu a colocar como bem lhe agrada!

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.