quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

A 'Geringonça'

Há muita gente apostada na desagregação do acordo da Esquerda, vulgo 'geringonça'. Dá até a sensação de que forças políticas que o integram têm esse propósito. Diz-se que 2017 será o ano de todos os choques para a 'geringonça' e Bagão Félix considera que já há mais políticas de divergência do que convergência. Mas não creio que o fim do acordo fosse uma boa solução. Com ele, segundo Jerónimo Sousa, abriu-se uma janela de esperança. Fechá-la seria trair as expectativas da maioria dos portugueses - mais de 60 por cento votaram nos partidos da 'geringonça'. Acresce que a queda desta implicaria eleições antecipadas, o que seria trágico para o país. No actual quadro parlamentar, não há outra solução. Nem o bloco central, porque Pedro Nuno Santos já disse que o PS não vai precisar mais da Direita para governar. Entre novas eleições e a  'geringonca' ninguém, de boa-fé, deverá hesitar. Costa deve cumprir o mandato.

Simões Ilharco
(JN, 14-2-2017)

1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.