quinta-feira, 3 de novembro de 2016

QUERO O GRAAL

Que importa o dinheiro? Porque lhe hei-de dar tanta importância? O importante é que estou aqui no pleno gozo das minhas capacidades, a criar na flor da vida. O importante é o pensamento, as ideias que se entrecruzam, que constroem a obra, o poema. O importante é estar com companheiros, com companheiras que compreendam a nossa mensagem. O importante é movimentar-me livremente e pregar, quer oralmente, quer através da escrita. E cada vez somos menos ortodoxos. Falo por enigmas. Misturo com pornografia. Não, não sabeis quem sou. Até onde vai a minha inteligência e a minha loucura. Como vos desejo, mulheres selvagens. Como passo de Deus a Satã em dois tempos. Agora compreendo os delírios, as alucinações. Como me passo, ó Luís Serguilha. Como vou do caos ao cosmos. Whisky. Coca. Mescalina. Parsifal. Quero o Graal. Quero o Graal.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.