segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Contra o peso excessivo das mochilas escolares

Hoje, 6 de Fevereiro, já são mais de 15 mil, as assinaturas pela petição para limitar o peso nas costas das crianças.
Tenho um filho de 10 anos, uma criança magra, que ainda hoje de manhã não se esqueceu de colocar na mochila («ainda») o caderno de atividades de Português.
Terá 4 disciplinas só da parte da manhã, sendo que três o obrigam a levar manual mais caderno de atividades.  A quarta disciplina é Educação  Física para a qual necessita de saco individual. O meu filho fará teste a História, e ainda assim a professora pede-lhes para levar caderno diário e livros! Os alunos não querem faltas de material e lá vão eles com tudo. E as mães resignam-se...
Os professores sabem desta realidade há anos e que os meninos não só não caminham calmamente com as suas mochilas, como, sobretudo, correm com elas às costas.
Continua-se a pedir todos os livros e mais alguma coisa! Sabe-se dos riscos para a saúde desta realidade, e nada se corrige!
Devia haver penalização e inspeção nas escolas neste sentido. A Organização Mundial de Saúde  alerta para que o peso das mochilas não ultrapasse os 10% do peso da criança.
Continua a negligenciar-se este assunto.
Já assinei e divulguei a Petição (aqui) excelente embora tardia!

P.S. - um saber ainda muito livresco...(?)

(Público , 7-2-2017)

1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.