terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

SINTO A TUA FALTA

Só, sinto a tua falta. Mesmo lendo as palavras mágicas de Miller, sinto a tua falta. Numa confeitaria de Matosinhos sinto a tua falta. Mesmo que admiradores me abracem na rua, sinto a tua falta. Mesmo que o livro esteja para sair, sinto a tua falta. Mesmo que a banda dê certo, sinto a tua falta. Por muitas mulheres belas que passem, sinto a tua falta. Por muito que observe, leia ou escreva, sinto a tua falta. Por muito que os deuses me favoreçam, sinto a tua falta. Por muito que os jornais me publiquem, sinto a tua falta. E sentirei sempre a tua falta sempre que não estiveres.

2 comentários:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.