sexta-feira, 30 de setembro de 2016

A 30 DE SETEMBRO DE1970 - É anunciado o processo de reconversão habitacional da quinta do Marquês de Abrantes, em Lisboa





O Diário de Notícias de 30 de Setembro de 1970 anuncia, na primeira página, a construção de casas de rendas económicas na Quinta do Marquês de Abrantes, em Marvila (Lisboa), para substituir barracas precárias ali existentes, as quais, por terem sido construídas à revelia das estruturas camarárias não possuíam redes de esgotos, originando péssimas condições de vida aos seus moradores: Para dar início a este projecto habitacional, o Presidente da República outorgaria, no dia seguinte, a escritura de compra da referida quinta pelo valor de 11200 contos.
Volvidos mais de 46 anos sobre esta efeméride as barracas foram erradicadas mas continuam a existir, ainda, espaços à espera de iniciativas imobiliárias. Apresento em cima ao centro, a imagem de um projecto de construção de 41 fogos nesta zona, em terrenos cedidos pela Câmara Municipal de Lisboa a uma cooperativa habitacional.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.