sábado, 4 de agosto de 2018

O Exorcismo que leva à violação

 
Um padre, ou ex-padre, de 79 anos foi detido pela PJ de Leiria, acusado de violação de mulher em sessão de exorcismo, a qual teve necessidade de assistência hospitalar.
Ao que consta, era uma prática já exercida há vários anos por este padre, e esta não foi a primeira vez que foi detido, sempre com acusação idêntica.
Tendo em conta os incidentes ocorridos com padres nos últimos anos, não só com esta prática, mas também de pedofilia, não seria de interesse que se fizesse um exame de consciência, para se tentar saber o porquê destas ocorrências?
Tenho consciência (todos temos consciência) de que estes casos também ocorrem noutros meios, até nas famílias, infelizmente, mas neste particular estamos perante pessoas que devem ser exemplares no seu comportamento moral, devem ser o espelho de outros cidadãos, mas nada disso acontece.
Daí a minha tristeza e indignação aqui manifestadas.
PS). Ao ler outra notícia sobre a mesma pessoa, acabo por conseguir mais informações: que foi candidato à Câmara de Mirandela, no início dos anos 90, e mais tarde - por duas vezes - ao município de Murça.

4 comentários:

  1. Primeiro, trata-se de um crime horrível, uma vez que a vítima está inconsciente. Depois, com todos esses antecedentes, tem andado em liberdade e a candidatar-se a cargos autárquicos?

    ResponderEliminar
  2. É verdade, infelizmente. Basta ir à Net e colocar o nome completo (Marcelino Humberto Gama) e estão lá as informações todas. Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Uma ironia é que o consultório do homem é... em Fátima! Local onde o diabo não entra, só sai...Ou entrará, saindo?...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.