sábado, 23 de julho de 2016

Está tudo doido!

O mundo está povoado de gente perturbada. E o ponto alto dessa perturbação é o desejo de protagonismo, de preferência com divulgação planetária.
Foi assim que aconteceu em Orlando, em Nice e está a decorrer em Munique com mais um massacre num centro comercial.
Nos casos de Orlando e Nice pareceu tratar-se de homens com distúrbios de personalidade e até de orientação sexual, a quem a certa altura saltou o útimo parafuso.

Estarão todos esses casos ligados ao terrorismo? Diria que não!
Mas os governos e a comunicação social parecem muito empenhados em que acreditemos nessa teoria.
Talvez que inflamando a opinião pública, as pessoas fiquem inibidas de analisar o que está na origem das represálias em forma de ataque terrorista. Doutro modo talvez houvesse coragem de exigir dos governos outras condutas politicas.
E depois, nunca se chegará a uma análise conclusiva, porque em geral, estes personagens são abatidos, o que diga-se de passagem, dá muito jeito!
Mas, no meio de tudo isto estão a esquecer-se de um dado importante: é que com toda a cobertura mediática, quem sai a ganhar é o daesh, que vê assim a sua causa difundida a nível global o que lhe facilita o recrutamento de tantos idiotas à procura de uma causa.







Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.