segunda-feira, 4 de julho de 2016

A VIDA COMO CASTIGO

Deus foi criado com base no medo. É uma invenção daqueles que não conseguiram aprender a arte da vida, nas palavras de Osho. E esses religiosos e moralistas, acompanhados dos capitalistas, como não sabiam dançar, condenaram a dança. Impingiram a ideia de que a vida é um castigo, um sacrifício, algo de errado. E impuseram o trabalho penoso e a renúncia à própria vida em nome de Deus (ou do deus-dinheiro) e em troca de um suposto paraíso, situado no além. E é assim que o capitalismo e as religiões têm estragado muitas vidas. Em troca de quimeras ou do consumismo prescinde-se de uma vida exuberante, livre, plena. A favor dos "magos" das finanças, da máfia especulativa e de outras crendices desperdiça-se uma vida. Sob a lei mercantil reinam a morte e a não-vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.