sábado, 22 de julho de 2017

Afinal, Salazar era um homem de bom senso

Ao tomar conhecimento que o actual Governo, alegando um "procedimento de excepção para situações de excepções" impediu declarações dos comandantes de bombeiros, lembrei-me daqueles que pagaram com a prisão, com o desterro no Tarrafal, o exílio, torturas e com a própria vida durante a ditadura Salazarista lutando pela liberdade de expressão. Desconheço os motivos que levaram o ditador a coarctar essa liberdade, no entanto, e como a vida nos ensina, tudo tem um começo e a expressão "situação de excepção" dá para tudo. O que virá a seguir? E já agora, imaginemos que esta perigosa ideia tinha sido dum Governo de Passos Coelho? Que diria a oposição? É que,  pelo que tenho lido, os "geringoncistas" que apoiam o actual governo, acham ser uma questão de bom senso - evitam-se assim boatos que até levam à morte. E lá me lembrei novamente dos cegos e para não me repetir, vou citar desta vez Saramago – Penso que estamos cegos, Cegos que vêem, cegos que, vendo, não vêem. Jorge Morais
 
Publicada no jornal PÚBLICO de 22.07.2017
 
Nota:
Como comprovativo que não descrimino ninguém, e podem gargalhar-se à vontade, hoje até citei uma pessoa de esquerda, o Nobel José Saramago – saneador de 34 camaradas jornalistas do DN.                                

 
 
                          Ilustração do leitor Paulo Pereira


3 comentários:

  1. O Saramago foi um totalitário, que saneou sem culpa formada camaradas do DN, apenas porque não eram comunistas. Sempre o desprezei por isso, e lamento que o JM se tenha referido a um indivíduo de tal quilate...Boa Noite

    ResponderEliminar
  2. Não lamente a minha referência a essa erva daninha. Nem imagina a mossa que a nota de rodapé causou aos seus correligionários, seguidores, enfim - gente do mesmo nível e capazes do mesmo e muito pior. Basta ler os comentários e os textos dessa gente. Leia-os e repare no ódio de que são feitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebi, mas eu não consigo sequer referir-me a esse traste. Ainda bem que antes de saber da sua veia torcionista e totalitária, há muito antes que não conseguia digerir os seus escritos...

      Eliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.