quinta-feira, 27 de julho de 2017

Nefandos oportunistas

 Alguns elementos das claques da Direita, sobretudo os mais propensos a fumos e foguetes, ao mesmo tempo que se propalam isentos e independentes – que bom para eles que o ridículo não mata -  não se coíbem de apontar, nomeando-as, as pessoas da Esquerda que mais detestam, justificando a coisa com os argumentos mais sem sentido…
E eu entendo o desnorte; entendo que não gostem de quem com apenas meia-dúzia de palavras e um sorriso nos lábios consegue reduzir a “pó de peido” a algazarra destrambelhada com que os seus ídolos se propõem combater a boa governação de Esquerda.
É que ainda mal ensaiava os primeiros passos o Governo de Costa, já o outro Passos afirmava, com a certeza dos néscios, que se aquela política desse certo ele, Passos, não andava cá a fazer nada. E a sua ministra das Finanças secundava a mesma verborreia, no que não fazia mais que demonstrar que pior que uma “loira burra” é uma loira com o complexo da esperteza.
Tendo ficado demonstrado que, de facto, não andam cá a fazer nada, pelo menos de construtivo, decidiu o Coelho, em desespero de causa, fazer um pacto com o diabo; como nem este nem os gémeos satanás e belzebú cumpriram, o pobre do homem entrou em parafuso e agora, que em vez do diabo veio o inferno dos incêndios, agarra-se a eles como náufrago a um pedaço de tábua que fortuitamente lhe passe perto, muito convencido que não vai saír chamuscado com tão perigoso brinquedo…
Na sua coluna de hoje no JN, o Editor-executivo, Rafael Barbosa, põe em dúvida que da tragédia dos incêndios se vá extraír alguma lição, e passo a citar: “sobretudo quando somos confrontados com o despudor com que um ex-jota, agora líder parlamentar, e quem sabe se futuro líder do PSD, profere ultimatos revolvendo os cadáveres como se fosse um abutre, na sua busca de despojos políticos”.


Amândio G. Martins

3 comentários:

  1. A propósito: não tenho "visto" por aí a "saudosa" Maria Luís. Andará só a tratar da "vidinha", lá pela Arrow Global?

    ResponderEliminar
  2. Companheiro, estou consigo no conteúdo de 'nefandos oportunistas'.
    Um sincero abraço deste 'canhoto' de nascença, mas, por vezes, operando com a 'direita'.

    ResponderEliminar
  3. Ora bem: vamos lá responder aos dois senhores. À pupila de estimação do Shauble espero que não lhe tenha dado um "arejo", que é uma coisa má que cresta as plantinhas delicadas...
    Ao "sincero abraço" do senhor Amaral retribuo, com o maior prazer, outro igual...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.