sábado, 22 de julho de 2017

O PM perante a conduta da Altice (PT/TVI)

Há dias, o senhor Primeiro-Ministro, António Costa, verberou a acção da Altice/PT, pelos métodos não aconselháveis e ilegais em relação ao mundo laboral, que em Portugal ficou às suas ordens.
Assim, tocado de raspão, um representante da referida multinacional para a TVI veio às pantalhas televisivas para censurar tal comportamento do PM.
O que mais me surpreendeu foi o dito representante da Altice/TVI ter ao lado um clérigo, que civilmente ostentava o cabeção eclesiástico, como se a TVI ainda fosse pertença da Igreja, ou a representasse televisivamente nas boas acções espirituais e temporais.
Todavia, tal ‘angélico quadro’ contrasta com a apresentação de programas tipo ‘casa dos segredos’, que não passam de ‘casas de passe’ dos tempos modernos, às escancaras de qualquer telespectador, a que o povo chama, e bem, estarmos perante um verdadeiro ’putedo franciscano’,

José Amaral

1 comentário:

  1. E "aquilo" que já foi primeiro-ministro (ao que isto chegou!) mostrou-se muito "chocuado" por ver um chefe de Governo criticar uma empresa privada. Ele não se atreve a criticar empresas privadas porque, não tarda muito, quando for corrido pelos seus a toque de caixa, vai querer asilar um tacho bem pago nessas empresas...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.